Praça Dr Arthur Gerhardt - Domingos Martins

Hoje falaremos de um dos principais cartões postais de Domingos Martins, a Praça Dr Arthur Gerhardt, palco dos principais eventos locais. É um lugar muito charmoso, com muito verde e onde estão localizados também outros pontos turísticos importantes que ajudam a contar a história dessa charmosa Cidade!


 
Siga agora o Terra Capixaba nas redes sociais:


Antes de mais nada, já viram o nosso especial sobre as Montanhas Capixabas? Não? Me mata não, gente, cliquem aqui e deem uma olhada lá, vai... ; )


A Praça Dr Arthur Gerhardt é muito charmosa e de se encantar pelos seus mínimos detalhes! É um dos lugares mais frequentados da cidade - está localizada ao lado da Feira de Artesanato Cidade do Verde e ao seu redor encontramos diversos cafés e restaurantes tradicionais - e tem muito espaço pra andar, tirar fotos e apreciar seu belíssimo visual!


A praça é muito bem cuidada e seus canteiros são um charme só. No meio da praça há um termômetro gigante onde muitas pessoas costumam tirar fotos, apontando para a temperatura, nos dias mais frios.


Na Praça Dr Arthur Gerhardt estão localizados outros dois pontos turísticos da cidade: O Monumento ao Colono Imigrante e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana. 

O Monumento ao Colono Imigrante é uma estátua construída em 1954 pelo escultor europeu Carlo Crepaz, em homenagem aos colonos alemães. No busto da estátua está escrito: "Ao Colono Imigrante, que aqui veio ajudar a construir uma grande Pátria, a gratidão da terra capixaba."


A Igreja Evangélica de Confissão Luterana foi inaugurada em 20 de maio de 1866 e tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual. É a primeira igreja evangélica do país a ter uma torre. Na época da construção, em 1866, a Constituição Imperial brasileira proibia torres nas igrejas evangélicas, só permitindo nas católicas - Fonte: domingosmartins.es.gov.br.


Ao lado da igreja há um lago com peixes e a miniatura de um Quitungo - moinho que tornou bem mais fácil a fabricação da farinha de mandioca, pois de acordo com a história, a produção da farinha era feita através de trabalho braçal, mas foi substituída pela força da água, com a criação do Quitungo, com a chegada dos Colonos Imigrantes no Século XIX. Além de facilitar a produção de farinha, também realizava outras funções, como pilar café e arroz, moer fubá e canjica, gerar eletricidade e etc. Foi esse instrumento que tornou a farinha de mandioca um importante alimento e boa fonte de renda para os colonos da região.

 

Na rua de trás da praça está o antigo Hotel Imperador, considerado referência histórica e cultural de Domingos Martins, e que hoje pertence oficialmente ao Município.


É interessante observar como a cultura alemã está presente em diversas partes da cidade: seja pelas construções na arquitetura Enxaimel ou até mesmo num banco da praça onde está escrito "Guten Morgen", que quer dizer "Bom Dia" em alemão.


Vocês já perceberam que a praça é cheia de detalhes, né? Ali há também um relógio de sol e bustos de figuras importantes para a história da Cidade, como o próprio Dr Arthur Gerhardt, Médico e Prefeito da Cidade e o Ambientalista e Orquidófilo Roberto Anselmo Kautsky.


Perceberam que a Praça Dr Arthur Gerhardt é um dos lugares na Cidade onde a visita é obrigatória, né? Aproveitem que o Inverno está chegando e #partiudomingosmartins!

Como chegar:

Siga para Domingos Martins pela BR 262 e quando chegar na cidade, permaneça na Rod João Ricardo Schorling até a Av Presidente Vargas, no Centro. A praça estará à sua esquerda.




Antes de encerrar, um lembrete MUITO IMPORTANTE: ao visitar os pontos turísticos, não joguem ou deixem lixo nos locais. Ajudem a preservar o patrimônio natural que pertence a todos nós. O Meio Ambiente e o Terra Capixaba agradecem!

Mundi - Compare Preços de Passagens Areas e Hoteis

Pesquise Preços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...