Trilha no Mestre Álvaro - Serra

Vocês já ouviram falar do Mestre Álvaro, um maciço gigantesco - e que embora esteja localizado no município da Serra - é visível em praticamente toda a região metropolitana da Grande Vitória? Em Maio eu fiz uma trilha por lá com o Up-Rope Vertical e foi irado demais! Vejam como foi nessa matéria e quem sabe vocês se animam pra ir na próxima?


Você já segue o Terra Capixaba no Instagram? Se sua resposta é não, comece a nos seguir AGORA! Fazemos sorteios mensais para nossos seguidores de diárias em pousadas, vouchers em restaurantes e muito mais! Lá nós somos + de 10,9 Mil apaixonados pelo ES, não fique de fora dessa!!! 

Já faz um tempo que eu queria fazer essa trilha, mas nunca tive a oportunidade. Quando o Gonzaga e a Rosi do Up-Rope Vertical me informaram que iriam fazer uma trilha por lá, vi que tinha chegado a minha hora!

Pra vocês terem uma ideia, li no Wikipédia que o Mestre Álvaro é considerado uma das maiores elevações litorâneas da costa brasileira e abriga uma das últimas áreas de Mata Atlântica de altitude do Espírito Santo. É um maciço costeiro que possui formato semicircular em planta, estruturado em um corpo de rocha intrusiva granítica, com cerca de 833 metros de altitude. 

A Trilha de Furnas 

Iniciamos nossa caminhada a partir da Trilha de Furnas por volta das 7hs da manhã e além dela, existem mais 3 trilhas à sua escolha, que são: Serra Sede, Pitanga e Queimado.


O João do Blog Destinões já subiu o Mestre Álvaro pelas trilhas de Furnas, Serra Sede e Queimado e também escreveu uma matéria completa sobre o assunto. Cliquem nesse link aí e vejam como foi a sua experiência!

A Trilha de Furnas é considerada por muitos como a mais bonita e realmente, o cenário é espetacular! Para chegar nela, passamos pelo bairro Jardim Tropical e seguimos pela esquerda, pelo portão da Estação de Tratamento de Esgoto da Cesan, ao lado da entrada de Furnas.

E é aí que já quero avisá-los de uma coisa importantíssima: usem calça, camisas de manga comprida e todo repelente possível que vocês conseguirem, pois a partir da Estação de Tratamento de Esgoto da Cesan até um certo ponto da trilha, já na mata fechada, tem muitos mosquitos! Muitos não, acho que toda a população de mosquitos da Grande Vitória... e não estou exagerando, viu?


A foto acima mostra o vale que passamos para iniciarmos efetivamente a trilha mata adentro. É um visual fantástico, mas nesse trecho tem tantos mosquitos que até apelidamos o lugar de "Vale dos Mosquitos"!

Outro detalhe muito importante: não tentem fazer essa trilha sozinhos, jamais! O risco de se perder por lá é muito grande. O nosso guia foi o Gonzaga do Up-Rope Vertical, que já conhece a região.

À medida que seguimos mata adentro, um novo cenário foi se mostrando e logo chegamos numa região com uma pequena cachoeira e alguns poços para banho. Vocês podem ver mais detalhes no vídeo que está no fim dessa matéria e também nos Stories que estão salvos nos Destaques do nosso perfil no Instagram!


Sobre o ritmo da trilha e seu tempo de duração, já adianto que se vocês forem meio sedentários, vão sentir um pouco, pois são muitos os trechos com bastante inclinação, passamos por córregos, subimos pedras... e o tempo de duração varia de acordo com o ritmo de todo o grupo. Nós chegamos no topo por volta das 11:30hs, pois nem todos estavam no mesmo ritmo e aí, tivemos que fazer algumas paradas.

Na metade do caminho encontramos essa gruta aí, onde fizemos uma pausa para descanso e repor as energias - água, frutas e chocolate são ideais para esse tipo de caminhada!


Continuamos nossa saga e em dado momento ela começou a ficar mais íngreme e o nível de dificuldade aumentou. Mas depois de tanto esforço, fomos recompensados lá no topo com um visual incrivelmente arrebatador, pessoal!


Na foto abaixo vocês podem ver Serra Sede e parte do litoral norte do município, como as praias de Nova Almeida!


Já nessa foto, o litoral da Capital, a CVRD e parte do litoral da Serra - que cenário fantástico, não é?


Nessa foto ao horizonte, a região serrana e as montanhas capixabas. Fiquei boquiaberto com esse visual!


Ficamos lá no topo por volta de 1 hora, curtimos bastante o visual, tiramos muitas fotos e claro, agradecemos a Deus por nos ter proporcionado esse dia incrível e nos dado a oportunidade de contemplar sua criação!

Em seguida, descemos e chegamos no final da trilha por volta das 16hs. E se vocês acham que a trilha é pesada só na subida, na descida também exige muito cuidado, pois devido à inclinação, força-se demais as pernas, principalmente os joelhos - desci de lá mancando, mas muito feliz de ter vivido essa experiência!


Enfim, foi uma experiência fantástica que pretendo repetir outras vezes, claro! Agradeço ao Gonzaga e à Rosi do Up-Rope Vertical pelo convite e para uma próxima aventura, minha indicação, claro, vai pra eles: super competentes, excelentes pessoas, cativantes, responsáveis, profissionais e acima de tudo, amam muito o que fazem!

Como chegar:

Siga em direção à Serra pela BR-101 até chegar no bairro Jardim Tropical. Percorra todo o bairro até chegar na estação de Furnas.




E agora, um aviso MUITO IMPORTANTE: Tenham consciência ambiental e não poluam as praias com o seu lixo. Vamos juntos lutar pela preservação da natureza! O Terra Capixaba e o Meio Ambiente agradecem!

Mundi - Compare Preços de Passagens Areas e Hoteis

Pesquise Preços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...