Casa da Memória - Vila Velha

Vocês sabiam que em Vila Velha tem uma Casa da Memória, que conta com um acervo riquíssimo, onde temos a oportunidade de conhecer um pouco da história da colonização Espírito-Santense? Após passar por um período de reforma, abriu recentemente para visitação! Bora conhecer?


 
Você já segue o Terra Capixaba no Instagram? Se sua resposta é não, comece a nos seguir AGORA! Lá nós somos + de 46,1 Mil apaixonados pelo ES, não fique de fora dessa!
 
Localizada no Parque da Prainha, um lugar histórico para o povo capixaba, a Casa da Memória esteve fechada cerca de um ano para reformas, sendo reaberta ao público, justamente no dia do aniversário de Vila Velha, em 23 de Maio de 2021!

O imóvel é tombado pelo Conselho Estadual de Cultura, tendo sido construído em 1893, no final do Século XIX!
 
 
E lá, podemos apreciar diversas exposições, organizadas da seguinte forma:

A ala onde as paredes são azuis ficam as exposições permanentes, que contam a história da nossa colonização; já na ala das paredes amarelas estão as exposições periódicas, de artistas capixabas.

Começando pela "Ala Azul", temos uma exposição que mostra a genealogia do Primeiro Donatário, Vasco Fernandes Coutinho, além de uma réplica de 1,5 metros da Caravela Glória, que o trouxe juntamente com sua tripulação ao Espírito Santo em 23 de Maio de 1535!
 
 
Completam o cenário uma pintura na parede retratando a chegada dos portugueses ao Brasil, com o manequim de um cavaleiro da época! Pra finalizar, um quadro em homenagem a Luiza Grimaldi, terceira donatária da Capitania do Espírito Santo e esposa de Vasco Fernandes Coutinho Filho; e uma curiosidade: ela foi a primeira e única mulher governadora do Estado!


Na sala ao lado vemos algumas peças históricas, como instrumentos de navegação (bússolas com relógio de sol, bússolas inglesas e chinesas, dentre outros) usados na época, além de alguns quadros explicativos, sobre a funcionalidade desses objetos expostos!
 

Na próxima sala temos uma exposição que nos remete a um passado sombrio da história, pois ali estão expostas diversas peças de tortura usadas nos escravos. Lamentável...

Porém, no mesmo recinto temos ainda a replica da Lei Áurea e da pena que a Princesa Isabel assinou a lei, além de uma homenagem ao Caboclo Bernardo, grande herói capixaba, que salvou grande parte de uma tripulação portuguesa que havia naufragado na Vila de Regência em Linhares, no norte do Estado!
 
Na boa, seu ato heroico deixa qualquer "Vingador" morrendo de inveja... Homenagem mais que justa!
 

Indo para a ala amarela, há uma sala só com exposições periódicas de artistas capixabas e um outro recinto com fotos antigas da cidade - aí eu achei muito maneiro!
 
Dentre essas fotos, alguns registros históricos, como a enchente que ocorreu na década de 60, alagando o bairro de Itapoã! Outra foto mostra a cidade, vista do alto do Morro Jaburuna! Cara, que diferença para os dias de hoje!
 
 
Na área externa estão as estátuas de Vasco Fernandes Coutinho e sua nora, Luiza Grimaldi, além de um canhão imperial, o "Canhão Quinquentista"!
 
Mas o grande destaque vai para o Bonde 42: Inaugurado em Abril de 1912, ele circulava pelos trilhos em toda a cidade numa velocidade de 30 Km/hora - um saía do Centro e outro de Paul - e o cruzamento acontecia na Estação de Aribiri.
 
Com 12 metros de comprimento, comportava até 50 pessoas sentadas, 36 em pé na lateral e cerca de 20 pessoas de pé no meio do carro. Os bondinhos circularam até o final da Década de 60, em 1967.

 
Pra quem curte lugares como esse, onde pode-se mergulhar a fundo na história da cidade, a Casa da Memória é o lugar certo! Eu achei o passeio maneiro e recomendo a todos!

Como chegar:

A Casa da Memória está localizada na Praça Almirante Tamandaré, na Prainha, em frente ao Fórum. Vindo do Centro de Vila Velha, vire na Rua Antônio Ataíde, que é a primeira à esquerda logo após passar a Praça Duque de Caxias. Siga em frente até o Parque da Prainha e faça o retorno pela Av Luciano das Neves.
 

Horário de funcionamento:

De Terça à Sexta, de 10hs às 16hs.
Sábados, Domingos e Feriados, de 9hs às 18hs.

Tel.: 27 3388-4344

 
 
Ao visitar esse ponto turístico, que tal mantê-lo preservado, do jeito que está? Não joguem ou deixem lixo nos locais. Ajudem a preservar o patrimônio natural que pertence a todos nós. O Meio Ambiente e o Terra Capixaba agradecem!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...