Trilha do Tamandaré - Conceição da Barra

Além de curtir o pôr do sol nas dunas, outro atrativo em Itaúnas é fazer as diversas trilhas que tem por lá. No ano passado eu fiz a Trilha do Tamandaré, muito massa de se fazer e que guarda um pouco da história da antiga vila, soterrada em meados do século passado! Confiram agora!
 
 
 
Você já segue o Terra Capixaba no Instagram? Se sua resposta é não, comece a nos seguir AGORA! Lá nós somos + de 57,5 Mil apaixonados pelo ES, não fique de fora dessa!
 
Além de curtir o famoso forró de Itaúnas, um outro entretenimento que vocês não podem perder é aprovitar seus dias na vila para fazer as trilhas do Parque Estadual de Itaúnas!

Ao todo são 6 trilhas:

  • Trilha do Tamandaré (700m)
  • Acesso das Dunas (500m)
  • Trilha da Cacimba (450m)
  • Trilha do Pescador (600m)
  • Trilha do Buraco do Bicho (2.800m)
  • Trilha da Borboleta (3.000m)

A partir da entrada do parque, a Trilha do Tamandaré é a primeira a ser feita. Ela tem esse nome por causa do "Seu Tamandaré", um antigo morador e que a propósito, falarei sobre sua história mais adiante!


A trilha fica na mesma direção das dunas. Passando a ponte, caminhamos alguns minutos e logo já avistamos a placa indicativa à nossa direita.

Interessante que durante todo o trajeto vocês verão muitas placas interpretativas, como essa placa logo abaixo (Foto 3), contendo muitas informações, história e curiosidades sobre a trilha e a Vila de Itaúnas.


Nessa primeira placa, por exemplo, constam algumas informações técnicas da trilha: São 700m aí do início até a casa do Tamandaré e depois mais 400m até a praia. O tempo de duração estimado é de 30 minutos - e aí, vocês aguentam? 😂


Galera, a trilha é muito tranquila e logo no início quando passamos pelas pontes, ali é uma área de alagado; mais adiante encontramos uma diversidade enorme de restinga arbórea e por fim, as dunas, chegando na praia. Fiquei impressionado com a quantidade de cajueiros que vi durante o percurso!


Vocês já devem estar se perguntando qual a conexão que essa trilha tem com a história da antiga Vila de Itaúnas, não é?

Pra quem não sabe, o desmatamento realizado entre as décadas de 1940 e 1970, acelerou o avanço das dunas, que avançam (até hoje) em média de 3m a 5m por ano! Essa trilha era utilizada como acesso à praia, à vila antiga e à casa do "Seu Tamandaré", única construção remanescente (hoje em ruínas) dos tempos da "Velha Itaúnas"!

A casa de Carlos Bonela, o "Seu Tamandaré" foi a única construção remanescente desse soterramento, pois ficava mais afastada das dunas e era protegida pela vegetação de restinga; Ele viveu até 2006 nesse pequeno paraíso, onde cultivou sua roça com grande fartura de árvores frutíferas nativas, como a pitanga, cambucá, mangaba, caju e araçá. Uma curiosidade é que junto com sua esposa, preparava óleo de côco e vendia para os turistas como bronzeador natural!


Eu entrei na casa, bem simples por sinal, que já estava em ruínas.Como a visitei no ano passado, não tenho informação se atualmente essa construção ainda está de pé...


Vejam na foto abaixo a fartura de árvores frutíficas do quintal do "Seu Tamandaré"!


Da casa até a praia, como citei logo no início, são apenas 400m de trilha, ou seja, chega-se rapidinho na praia e no final, galera... o visual é simplesmente ALUCINANTE!!!


Pretendo retornar a Itaúnas esse ano para fazer as outras trilhas, que assim como essa, devem ser sensacionais!

Agora me contem: vocês já foram a Itaúnas e fizeram essa trilha? O que acharam dessa matéria? Pude lhes inspirar a fazer também? Respondam aí que eu quero saber!

Como chegar:

A distância de Vitória para Itaúnas é de aproximadamente 281 Km e o melhor trajeto é pela BR-101 Norte. Siga até Conceição da Barra e na entrada da cidade, vire à esquerda, em direção à ES-421. A partir daí, são cerca de 23 Km até chegar na Vila. Antigamente esse último trajeto era uma estrada de barro, mas foi asfaltado a pouco tempo, encurtando em muito o tempo de chegada no destino.
 
   
 
Ao visitar esse ponto turístico, que tal mantê-lo preservado, do jeito que está? Não joguem ou deixem lixo nos locais. Ajudem a preservar o patrimônio natural que pertence a todos nós. O Meio Ambiente e o Terra Capixaba agradecem!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...